31 janeiro 2016

Videocurso: Fim de gravação

No dia 25 de janeiro de 2016, os bolsistas do subprojeto de matemática, PIBID/UVA, Germano Raran, Iara Brito, Jéssica Oliveira, Lourenço Cordeiro e Marcela Teles, finalizaram a gravação do videocurso que trata sobre o cálculo de área do paralelepípedo, cilindro, pirâmide, cone e cubo.

Foto: Marcela Teles
Foto: Marcela Teles
Foto: Marcela Teles
Foto: Marcela Teles
Foto: Marcela Teles
As gravações do dia 25 iniciaram pela manhã e se estenderam até a tarde.

Formação presencial

No 21 de janeiro de 2015 aconteceu na Universidade Estadual Vale Do Acaraú (UVA) no auditório central do Campus Betânia a formação presencial mensal. Tinha como palestrante a Professora Cleidimar Rodrigues.
 Germano Raran
 O tema referente era "Base Nacional Curricular Comum". Na ocasião a palestrante ressaltou sobre o que se tratava, colocando sempre sua opinião, esclarecendo com sabedoria o assunto referente.
 Germano Raran
Aconteceu um momento de reflexão ao som da música Rua da Passagem do cantor Ney Matogrosso, onde pode-se refletir sobre a vida, abordando que todo mundo tem direitos iguais. Em seguida a professora deu a oportunidade para os bolsistas expor suas opiniões e duvidas. 
  Germano Raran
A palestra foi bastante proveitosa. Bolsistas participaram, podendo assim esclarecer algumas duvidas. O tema é de extrema importância para os atuais e futuros professores.

17 janeiro 2016

Jornada Pedagógica do Dom José

No dia 14 de janeiro de 2016, os bolsistas do Subprojeto de Matemática do PIBID/ UVA, Germano Raran, Iara Brito, Jéssica Oliveira e Lourenço Cordeiro participaram do planejamento da escola parceira do programa, Colégio Estadual Dom José Tupinambá da Frota.
Bolsistas e professores no auditório da escola
Foto: Fernando Araújo
Bolsistas do Subprojeto de Matemática - PIBID/UVA
Foto: Germano Raran
Bolsistas do Subprojeto de Matemática - PIBID/UVA
Foto: Lourenço Cordeiro
O momento se iniciou com a coordenadora Socorro Vasconcelos com o seguinte texto reflexivo:

A avaliação da aprendizagem como um ponto de convergência em três tempo -
um olhar no passado (somativa)
um olhar no presente ( monitoramento)
um olhar no futuro (formativa)

Estimado Professor

Quero aprender... me avalie por favor. E faça-o com rigor, mas , sobretudo, faça com honestidade e, se possível, faça-o contando comigo.
Quero comprovar que me aproprio dos conhecimentos estudados provenientes de suas provocações, que estou compreendendo as ideias que expõe e que eu devo assimilar, que estou entendendo o texto que devo analisar, o prolema que devo resolver, que enfrento apropriadamente a pergunta à qual devo dar uma resposta, que compreendo o fato histórico que explica os acontecimentos mais destacados de nossa história recente, que sou capaz de interpretar adequadamente um texto, que estou no caminho certo para enfrentar as situações em que devo colocar à prova meus argumentos, minhas ideias, meus conhecimentos,que estou capacitado para defender minhas ideia.

Me avalie, por favor, porque necessito de sua ajuda, sua orientação, sua análise, sua crítica.

Me avalie, professor, porque necessito seguir aprendendo e porque necessito comprovar que estou bem preparado para enfrentar situações que não conheço, contextos sociais, culturais científicos complexos, problemas realmente difíceis. 

Me avalie, professor, porque não quero cometer erros injustificáveis.

Me avalie, professor quero sair de meu não saber, de minha ignorância, da pobre imagem que tenho de mim mesmo.

Me avalie, professor, porque eu também quero ser professor dos outros nessa tarefa de aprender, de poder compartilhar e desfrutar os progressos da ciência e da cultura, que nos identifiquem como seres de relação.

Me avalie, professor, porque ao fazê-lo o senhor garante minha aprendizagem, porque a avaliação de fato é aprendizagem.

Me avalie, professor, porque ao fazê-la nós dois podemos crescer juntos.

E não se preocupe muito pela nota, pela pontuação: ninguém melhor que eu conheço o quanto e ninguém melhor que eu sabe o quanto ignoro.

E provavelmente o senhor não saiba -  embora saiba, porque de professor foi aluno - que grande habilidade para ocultar diante "dos outros" a minha ignorância, para dissimular o que sei ou que aprender sem ter ideia, obrigou-me a desenvolver e exercitar esse sistema que hoje me examina, mas que não me avalia, que hoje me qualifica, mas não valoriza o meu trabalho nem meu esforço, nem a consciência, nem a qualidade do que aprendo. É muito fácil aparentar e simular saber, atrás do muro da ignorância.

Por tudo isso,  estimado professor, eu lhe peço, desesperado, mas amavelmente: me avalie professor!
Somente assim, nos saberemos com certeza, e sobretudo com honestidade, o quanto o senhor sabe pela ajuda que me presta e o quanto eu estou aprendendo. Esta será a marca que deixará em mim, seu trabalho e sua dedicação, e esse será o motivo de meu agradecimento eterno.

Por Juan Manuel Álvarez Méndez ( Universidade Complutense de Madrid). Adaptação: R.N de Menezes
Leitura do texto reflexivo
Foto: Fernando Araújo
Logo em seguida o diretor Fernando Araújo falou como se deu o processo de lotação dos professores.
Depois a coordenadora do Projeto Professor Diretor de Turma (PPDT) da CREDE,Joelma Paula deu sequência falando sobre o projeto, enfatizando a importância do mesmo.  Durante sua apresentação, todos refletiram sobre uma frase de Horace Mann, "Um professor que tenta ensinar, sem inspirar o aluno com o desejo de aprender, está martelando em ferro frio".
Coordenadora Joelma Paula
Foto: Germano Raran
Também houve um estudo do regime escolar com a coordenadora Adelly Cristina,  onde se destacou os "direitos e deveres de alunos e professores".
Coordenadora Adelly Cristina
Foto: Germano Raran
Já na parte da tarde, o supervisor e diretor Fernando Araújo mostrou dados de 2015 com relação a taxas de aprovação, reprovação e abandono dos alunos.
Diretor Fernando Araújo
Foto: Germano Raran
Em seguida as coordenadora Socorro Vasconcelos e Adelly Cristina fizeram juntamente com os professores uma avaliação das atividades realizadas para o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) e vestibular da UVA (Universidade Estadual Vale do Acaraú), bem como sugestões para melhorar os resultados dos alunos nessa provas.

Na oportunidade os bolsistas presentes dos subprojetos de matemática, física e interdisciplinar se apresentaram bem como as atividades que desenvolvem na escola.
Bolsistas do subprojeto da física
Foto: Germano Raran
Então, se deu início a uma discussão da "cartilha docente - recomendações".